Farmácia e Biotecnologia

9 de outubro de 2013

Analítica: Merck apresenta UHPLC da Hitachi aos brasileiros

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Fairbanks
+(reset)-
Compartilhe esta página

    A

    Merck Millipore lançou nos dias 4 e 5 de julho, em São Paulo e no Rio de Janeiro, respectivamente, o Chromaster Ultra, instrumento dedicado à técnica de cromatografia líquida de ultra-alta performance (UHPLC), recomendado para laboratórios do setor farmacêutico, mas também apreciado por centros de pesquisas e institutos de medicina legal (forensics).

    Química e Derivados, Especialista da Merck mostra as inovações do cromatógrafo

    Especialista da Merck mostra as inovações do cromatógrafo

    O Chromaster Ultra é um desenvolvimento da Hitachi, representada pela Merck desde 1986, que acabou de ser apresentado mundialmente, durante o HPLC 2013, em Amsterdã. No Brasil, a apresentação do instrumento analítico contou com palestras dos professores Wolf-Dieter Beinert (Alemanha) e Peter Bridge (Inglaterra), além da participação dos especialistas da Merck, Alexandre Rosolia e Daniel Teixeira.

    O conceito de UHPLC compreende equipamentos com alta pressão na coluna de separação. Até há alguns anos, a pressão de 600 bar era o limite mínimo, hoje elevado para 1.000 bar. Segundo a Merck, em 2012 foram vendidas no Brasil 110 máquinas acima de 1.000 bar, com tendência de crescimento nos próximos anos, dependendo do desempenho do setor farmacêutico local e das exigências analíticas oficiais. Como a Anvisa está sendo mais exigente quanto aos ensaios de degradação dos princípios ativos de medicamentos, cresce a demanda por instrumentos mais sensíveis e precisos. Uma vez que há um grande número de substâncias presentes nas amostras a estudar. Por conta disso, exige-se do arsenal analítico uma elevada capacidade de separação, para melhor identificar cada um dos picos do cromatograma.

    Essa alta capacidade de separação também é de grande valia nas análises forenses, especialmente para a correta determinação da causa mortis em casos complexos. As análises de sangue, nesses casos, são muito aceleradas.

    O instrumento conta com várias opções de detectores, desde o ultravioleta e rede de diodos (DAD) até fluorescência e índice de refração, podendo ser acoplado a detectores de massa. Uma das opções é o detector de luz espalhada (ELSD, Evaporative Light Scattering Detectors), capaz de identificar moléculas que não refletem a luz (não cromóforos), dispensando os detectores de massa em grande parte dos casos.

    O Chromaster Ultra conta com interface amigável, com rotinas programáveis para facilitar a vida dos operadores, além de permitir a completa automação dos trabalhos. O desenho do instrumento permite manutenção fácil e frontal, apresentando baixo consumo de solventes.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next