Farmácia e Biotecnologia

4 de julho de 2001

Analítica: Feria atualiza mercado de instrumentação

Mais artigos por »
Publicado por: Maria Silvia Martins de Souza
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Química e Derivados: Analítica: Cerca de 21 mil visitantes circularam pelo Expo Center Norte.

    Cerca de 21 mil visitantes circularam pelo Expo Center Norte.

     C

    om a maioria dos expositores procurando divulgar suas linhas tradicionais de produtos e alguns lançamentos a destacar, a 5ª edição da Analítica Latin AmErica, realizada de 24 a 26 de julho no Expo Center Norte, em São Paulo, teve também como novidade a incorporação do setor de metrologia, com a realização paralela do Enqualab – Encontro para a Qualidade de Laboratórios.

    Segundo a VNU Business Mídia do Brasil, organizadora da feira, 21 mil pessoas visitaram os estandes na Analítica Latin America 2001, significando um crescimento de 25% em relação ao ano passado. A presença dos principais fornecedores de equipamentos e utensílios para laboratório comprova que a Analítica tornou-se uma vitrine importante para o setor.

    Química e Derivados: Analítica: O leitor de colônias ProtoCOL é automatizado.

    O leitor de colônias ProtoCOL é automatizado.

    Ladeados por uma expressiva maioria de produtores internacionais, vários fabricantes locais estiveram presentes, dentre eles Micronal, Instrutherm, Fisatom, Marconi e Nova Ética. Com um design mais simples do que os dos produtos estrangeiros e preços substancialmente mais baixos, os estandes das empresas nacionais atraíram um bom número de visitantes. Para o diretor da Nova Ética, Sebastião de Moraes Sene Júnior, presente à feira pela terceira vez, a Analítica é uma feira na qual a empresa pretende voltar a investir em 2002, já que os contatos feitos acabam gerando negócios no decorrer do ano.

    Embora muitos expositores estivessem divulgando apenas suas linhas tradicionais de produtos, houve alguns lançamentos merecedores de destaque.

    É o caso do leitor automático de colônias “ProtoCOL”, da empresa inglesa Synbiosis, vendido no Brasil pela Além Mar, de São Paulo. Na opinião de Flávio Medeiros M. da Silva, especialista de produto, o equipamento, sem similar no mercado, propicia avançada automação e eficiência a um laboratório microbiológico.

    Contar colônias e medir tamanhos de zonas de inibição pelos métodos tradicionais é uma tarefa tediosa, requerendo um bom nível de concentração. Automatizar o processo, permitindo o registro dos resultados de forma precisa, leva a um aumento de confiabilidade e produtividade. O aparelho executa a leitura de

    Química e Derivados: Analítica: Monitor de ar portátil - fluxo de 140 L-min.

    Monitor de ar portátil – fluxo de 140 L-min.

    uma placa em cerca de 0,9 segundos, bastando para isso colocá-la no suporte adequado. Os dados de tamanho e número de colônias são imediatamente gravados em um computador. Para placas de Petri padrão de 90 mm de diâmetro, são detectáveis colônias de 0,2 mm ou mais. O software do equipamento permite a quantificação de qualquer tipo de placa. O “ProtoCOL” encontra aplicação nos segmentos industriais nos quais análises microbiológicas sejam feitas de rotina, como indústrias de alimentos, bebidas, fármacos e outras.

    Outro equipamento para área microbiológica chamava a atenção: o monitor microbiológico de ar de alta resolução, M Air T, comercializado pela Millipore. Portátil, pesando cerca de 2 kg, o aparelho pode ser facilmente levado ao ambiente cujo ar se quer amostrar.

    Posto em operação, suga o ar por uma tela metálica micro perfurada, num fluxo de 140 L por minuto. Como contém em seu interior um cassete similar a uma placa de Petri, já com meio de cultura, permite a retenção dos microrganismos presentes no ar amostrado e seu posterior desenvolvimento. Os cassetes são previamente esterilizados por radiação gama e embalados com dupla proteção. O analisador M Air T pode ser usado em todas as indústrias nas quais a contaminação microbiológica pelo ar é crítica, como nas farmacêuticas, para avaliações da qualidade microbiológica do ar em capelas de fluxo laminar ou em áreas assépticas de enchimento e envase. Os hospitais são outros usuários potenciais, onde o equipamento permite a detecção de microrganismos patogênicos em suspensão, em centros cirúrgicos e outras áreas críticas. Pode ainda ser usado em indústrias eletrônicas, permitindo a diferenciação entre contaminação por microrganismos e por particulados em salas limpas.

    Química e Derivados: Analítica: Forster - intenção de consolidar no País os medidores da WTW.

    Forster – intenção de consolidar no País os medidores da WTW.

    A Policontrol Ltda., de Diadema-SP, em recente parceria com a empresa alemã WTW, (Wissenschaftlich-Technische Wekstätten GmbH), apresentou o IQ Sensor Net, um sistema modular de medição de vários parâmetros analíticos em água e efluentes, especialmente indicado para estações de tratamento. É possível a conexão de até 20 sensores capazes de medir pH, oxigênio dissolvido, condutividade, potencial redox, turbidez e temperatura, em vários pontos. O sistema pode ser ampliado por adição de módulos, sendo possível a comunicação digital entre eles. O equipamento conta ainda com proteção integral contra descargas atmosféricas e transientes de tensão e tem um baixo consumo de energia. Algo descolado em relação aos demais equipamentos exibidos na feira, já que seu uso não é laboratorial e sim para controle on-line de processo, o lançamento do IQ Sensor Net mereceu grande destaque por parte do expositor, sendo prestigiado pelo presidente da WTW, Walter Roschmann, e por Sr. Siegfried Forster, do departamento de assistência técnica da matriz localizada em Weilheim.

    Para Forster, o equipamento, cujo lançamento mundial se deu em abril, na Alemanha, faz uso de uma revolucionária tecnologia no conceito de medição e controle de processos, oferecendo um impressionante nível de performance e flexibilidade.

    Pretendendo consolidar a presença de sua marca no País, manifestou a intenção de participar de outros eventos locais, principalmente os relacionados à área ambiental. A WTW também produz instrumentos de laboratório para análise de água, mas para essa linha de produtos é a Merck a sua representante no Brasil.


    Página 1 de 512345

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next