Notícias

11 de dezembro de 2013

Adesivos: Empresa nacional desenvolve e inicia produção de PU reativo

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Furtado
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Química e Derivados, Embalagens do PUR: investimento de R$ 2 milhões

    Embalagens do PUR: investimento de R$ 2 milhões

    U

    ma empresa nacional de colas e adesivos, a Adecol, de Guarulhos-SP, resolveu entrar em um mercado até então restrito aos grupos globais da área: a produção de adesivos de poliuretano reativo (PUR), utilizados principalmente no mercado gráfico e moveleiro. Desde junho, a fábrica da empresa passou a produzir, com tecnologia própria, 20 t/mês da linha de adesivos especializados.

    Química e Derivados, Segundo: nacionalização inédita reduziu preço do produto em 25%

    Segundo: nacionalização inédita reduziu preço do produto em 25%

    De acordo com o diretor comercial da Adecol, Alexandre Segundo, a Adecol levou cerca de dois anos e investiu perto de R$ 2 milhões, com desenvolvimento próprio e a ajuda de uma consultoria internacional, para conseguir chegar à rota de produção inédita para uma empresa nacional. Até o momento a única a produzir o PUR no Brasil era a líder alemã do setor de adesivos, a Henkel.

    Com a nacionalização, de acordo com Segundo, a Adecol conseguiu reduzir em 25% o valor de seu produto, já que antes disso a empresa importava de fabricante norte-americano em regime de private label. “Com certeza o esforço valeu a pena, porque ganhamos muita competitividade”, disse.

    Os principais usos do PUR, adesivo que reage quimicamente na hora da aplicação com a umidade do ar, são: no mercado gráfico, para colagem de lombada de livro; e, no moveleiro, aplicado em laminação de porta e fita de borda. “Está havendo uma migração forte de adesivos hot-melt convencionais de EVA para o PUR. E não podíamos ficar para trás da tendência”, explicou o diretor.

    A produção inicial da Adecol – empresa com mais de 30 anos e ampla linha de adesivos – atende 70% o mercado gráfico e 30% o moveleiro. “Mas isso deve mudar, porque há uma grande demanda no moveleiro”, disse. Favorece muito o uso do PUR em livros uma determinação da Fundação de Assistência ao Estudante (FAE), ligada ao governo federal, de que livros didáticos sejam colados com o adesivo de melhor desempenho.

    A Adecol tem 230 funcionários e tem faturamento anual de cerca de R$ 108 milhões. Além do mercado brasileiro, exporta 7% dos seus produtos para a América Latina. De acordo com Alexandre Segundo, seu propósito de nacionalização dos produtos é levado a sério, como estratégia de negócios. “Sabemos que competimos com grandes grupos, mas acreditamos que seja possível, apesar das dificuldades, produzir no Brasil e ainda oferecer um atendimento mais personalizado ao cliente, em comparação às transnacionais”, finalizou.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next