Produtos Químicos e Especialidades

20 de abril de 2011

Ácidos – Demanda cresce e incentiva produção local a investir

Mais artigos por »
Publicado por: Antonio C. Santomauro
+(reset)-
Compartilhe esta página

    química e derivados, Ácidos - Demanda cresce e incentiva produção local a investir

    O

    s fabricantes nacionais dos ácidos sulfúrico, clorídrico e nítrico preparam aumentos de capacidades para atender às crescentes necessidades de vários processos industriais. Caso seja concretizado, esse incremento da oferta virá em boa hora, pois ao menos um deles, o ácido sulfúrico, tem hoje um equilíbrio muito justo de oferta e demanda, e é solicitado cada dia mais vorazmente pela indústria de fertilizantes agrícolas, já responsável por parte extremamente significativa de seu consumo. Torna-se assim mais complexa a tarefa de quem necessita desse produto para outras finalidades, nas quais se incluem a metalurgia, as indústrias canavieiras, o próprio setor químico e a fabricação de celulose e papel, entre outras.

    Há, obviamente, possibilidade de importação, já adotada de maneira significativa no caso do ácido sulfúrico, porém inexpressiva nos outros dois mercados (ver quadro). Mas essa opção não se revela tão simples. Tais produtos são commodities, e têm nos custos relacionados aos transportes itens fundamentais nos cálculos de seus preços.

    Torna-se, assim, evidente a importância dos projetos de expansão das capacidades de produção desses três ácidos, analisados nas próximas páginas em suas atuais conjunturas mercadológicas.
    Produção e importação dos ácidos clorídrico, sulfúrico e nítrico no Brasil

    Ácido clorídrico – Obtido geralmente como subproduto dos processos de obtenção de soda cáustica e cloro gasoso, é empregado em vários setores de atividade, porém mais intensamente nos segmentos de química e petroquímica, na indústria de alimentos e na metalurgia.

    O site da Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados (Abiclor) apresenta uma lista de sete fabricantes, mas alguns – caso da Dow – só o utilizam em seus próprios processos. Em 2009, ano sobre o qual foram disponibilizadas informações mais recentes, esses fabricantes colocaram no mercado cerca de 243 mil toneladas de ácido clorídrico (quantidade 15% superior à registrada no ano anterior).
    Há projetos de ampliação dessa oferta: “Em um prazo máximo de dois anos, devemos dobrar nossa produção de ácido clorídrico, atualmente em 50 mil toneladas anuais”, conta João César Schwarz de Freitas, diretor comercial da Pan-Americana.

    A produção dessa empresa já havia sido ampliada em aproximadamente 30% no ano passado, graças a um investimento de R$ 40 milhões no incremento da capacidade de processamento de seu principal produto: a potassa cáustica em solução, muito utilizada na cadeia dos defensivos agrícolas e em processos de neutralização.

    Química e Derivados, Ácidos, Marcelo Cerqueira, Braskem, ampliação em Alagoas

    Cerqueira: ampliação em Alagoas terá mais de 24 mil t/ano do ácido

    Obtido na produção da potassa, o cloro com o qual a Pan-Americana obtém ácido clorídrico tem custo superior àquele decorrente do processo mais comum, de dissociação do cloreto de sódio. Mas, conforme lembra Freitas, na ampliação de sua capacidade de produção a Pan-Americana instalou uma tecnologia fundamentada em membranas, capaz de gerar cloro com eficiência energética muito superior à das tradicionais células de amianto e mercúrio, e esse benefício torna mais competitivo também o respectivo ácido. Atualmente, diz Freitas, “o mercado de ácido clorídrico está em expansão, acompanhando o crescimento do país”.

    Este ano, projeta Marcelo Cerqueira, diretor de negócios vinílicos da Braskem, esse mercado deve registrar expansão de aproximadamente 5% (em relação a 2010). Atualmente, a Braskem produz 26 mil toneladas anuais de ácido clorídrico em uma planta situada no estado de Alagoas (produz também em Camaçari, na Bahia, porém nesse caso apenas para consumo próprio). “E a partir de 2012 teremos uma oferta adicional de 24 mil toneladas por ano, resultado de um investimento de expansão nesse site de Alagoas”, adianta Cerqueira.

    Potencial diversificado – O ácido clorídrico deve agora ser mais demandado em setores nos quais já é consumido em pequenos volumes, porém com maior potencial de expansão. “É possível imaginar algum crescimento no segmento de coagulantes utilizados no tratamento de água, por conta de investimentos que deverão ser realizados nessa área para a Copa do Mundo e a Olimpíada”, projeta Aníbal do Vale, presidente da Abiclor.

    Química e Derivados, Ácidos, João César Schwarz de Freitas, Pan-Americana - produção de ácido clorídrico

    Freitas: produção de clorídrico será duplicada em dois anos

    Freitas, da Pan-Americana, também aposta no incremento do uso desse produto no mercado de abastecimento e saneamento, na qualidade de componente dos floculantes e coagulantes. A própria Pan-Americana produz um floculante à base de policloreto de alumínio (PAC), concorrente dos floculantes produzidos com ferro. Esse produto, afirma Freitas, hoje ganha espaço não apenas nos sistemas públicos de abastecimento e saneamento. “A elevação dos custos da água reaqueceu o mercado para reúso industrial, e isso contribui para o uso de floculantes mais eficientes, como o PAC”, analisa. Ele observa também maior consumo de ácido clorídrico na indústria petrolífera, em atividades como dissolução de rochas, durante as prospecções.

    Atualmente, algo entre 60% e 70% do ácido clorídrico gerado na Pan-Americana é consumido na fabricação do PAC – o restante é colocado no mercado. Com a expansão anunciada, tais proporções devem se inverter, diz o diretor comercial da empresa, e a maior parte da produção será oferecida ao mercado.


    Página 1 de 3123

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next